Quadros elétricos

Os quadros elétricos normalmente não contêm fontes de vibração relevantes, com exclusão de eventuais ventoinhas de refrigeração, mas, com frequência precisam ser protegidos contra vibrações presentes no ambiente de instalação.

Os componentes elétricos e eletrônicos contidos dentro dos armários poderiam ressentir com as vibrações ou choques transmitidos à estrutura do quadro.

O uso de isoladores para o dispositivo antivibrações e/ou antichoque serve assim para evitar o mau funcionamento, prolongando a sua vida útil e reduzindo os serviços de manutenção.

No caso de instalação em ambientes industriais, os quadros devem ser protegidos, por exemplo, contra as vibrações geradas por máquinas e por equipamentos presentes no edifício, ou ainda contra choques ligados à ação de prensas e martelos nas proximidades.

Com frequência o quadro é montado sobre a estrutura da máquina ou do equipamento fonte da vibração.

Um outro caso típico é o isolamento dos quadros quando instalados em navios onde poderiam estar presentes vibrações ambientais que não podem ser ignoradas (por exemplo, na proximidade da sala de máquinas) ou, no caso de navio de guerra, poderia existir a necessidade de proteger o quadro das ondas de choque propagadas através do casco e originadas por uma explosão submarina.

No caso em que sejam suficientes isoladores para a proteção das vibrações podem ser utilizadas as séries Vibrostop TSGE (se não for necessária a fixação ao pavimento), Vibrostop FlexoblocVibrostop GSA ou Vibrostop AA (estes últimos dotados de limitadores de deslocamentos, necessários nas instalações em meios de transporte). No caso em que seja necessário isolar também eventuais choques, podem ser usados os suportes em cabo de aço Vibrostop AVAU ou Vibrostop Cavoflex.

Por vezes, basta apenas proteger alguns componentes mais delicados no quadro, para este fim podem ser usados isoladores pensados para cargas mais leves, como os Vibrostop AAD ou os Vibrostop Conic ou ainda Vibrostop CMM.